Nos últimos doze meses, Índice mantem-se positivo em 8.5%

O índice ABCR referente a maio de 2022 apresentou crescimento de 1,3% no comparativo com abril, considerando os dados dessazonalizados. O índice que mede o fluxo pedagiado de veículos nas estradas é construído pela Melhores Rodovias do Brasil – ABCR juntamente com a Tendências Consultoria Integrada. Mantida a comparação mensal dessazonalizada, o índice de fluxo pedagiado de veículos leves apresentou aumento de 0,2%, e o índice de pesados cresceu 1,7%.

Nos últimos doze meses, o índice total acumula avanço de 8,5%, fruto do aumento de 10,6% dos veículos leves e 2,8% de pesados.

“A quarta alta mensal consecutiva na série dessazonalizada aponta para uma intensificação da tendência de crescimento do fluxo de veículos nas praças pedagiadas de associadas à ABCR”, comenta o analista de Macroeconomia e Política da Tendências Consultoria, Thiago Xavier.

“O aumento do fluxo de leves tem acompanhado a normalização das condições de oferta e demanda do grupo de serviços presenciais, como turismo e lazer, quadro propiciado pela maior segurança sanitária das famílias”, comenta.

“Do ponto de vista macroeconômico, a expansão da geração de vagas no mercado e as políticas governamentais com foco na situação financeira das famílias (como adiantamento de 13º e liberação extra de FGTS) também atuam como fatores positivos para o aumento do consumo familiar. Por outro lado, atuam como limitantes a inflação corrente pressionada e o elevado preço dos combustíveis.”

“O fluxo de pesados também segue em tendência de expansão, favorecido pela produção industrial, cuja alta nos últimos meses representa certa resiliência frente ao contexto de encarecimento da cadeia de suprimentos e do aperto das condições monetárias”, conclui o analista.

Índice ABCR Brasil   
PeríodoLEVESPESADOSTOTAL
Maio/22 sobre Maio/218.6%4.9%7.6%
Maio/22 sobre Abril/22 c/ ajuste sazonal0.2%1.7%1.3%
Últimos doze meses10.6%2.8%8.5%
Acumulado no ano (Jan-Maio/22 sobre Jan-Maio/21)13.3%3.4%7.7%
Fonte: ABCR e Tendências

No Rio de Janeiro, Índice ABCR cresce 0,8% em maio

No Rio de Janeiro, o fluxo total apresentou alta de 0,8% comparado a abril, em termos dessazonalizados. O resultado decorreu da queda 0,2% do fluxo de veículos leves, enquanto pesados apresentou aumento de 1,4%.

Na comparação com maio de 2021, o índice total registrou alta de 5,4%. O fluxo de leves aumentou 4,5% e o fluxo de pesados 9,6%, mantida a métrica de comparação interanual.

Nos últimos doze meses, o índice total acumula crescimento de 8,2%, fruto da alta de 8,8% dos veículos leves e de 5,7% dos veículos pesados.

No acumulado do ano, o índice total apresenta variação de 5,8%. O fluxo pedagiado de veículos leves acumula de alta de 8,4% e o fluxo de pesados de 4,8%.

PeríodoLEVESPESADOSTOTAL
Maio/22 sobre Maio/214.5%9.6%5.4%
Maio/22 sobre Abril/22 c/ ajuste sazonal-0.2%1.4%0.8%
Últimos doze meses8.8%5.7%8.2%
Acumulado no ano (Jan-Maio/22 sobre Jan-Maio/21)8.4%4.8%5.8%
Fonte: ABCR e Tendências

Em São Paulo, Índice ABCR cresce 1,6% em maio

Em São Paulo, o fluxo pedagiado total de veículos teve aumento de 1,6% frente a abril, em termos dessazonalizados. O segmento de pesados apresentou elevação de 4,3%, enquanto leves demonstrou variação positiva de 0,4%.

Em relação ao mesmo período de 2021, o índice total aumentou 9,5%. O fluxo pedagiado de veículos leves cresceu 10,8%, enquanto o fluxo de pesados 5,5%.

Nos últimos doze meses, o índice total acumula alta de 9,1%, fruto do aumento de 11,4% de leves e 1,9% de pesados.

No acumulado do ano, o índice total apresenta alta de 10,6%. O fluxo pedagiado de veículos leves acumula expansão de 15,0% e o fluxo de pesados alta de 3,6%.

PeríodoLEVESPESADOSTOTAL
Maio/22 sobre Maio/2110.8%5.5%9.5%
Maio/22 sobre Abril/22 c/ ajuste sazonal0.4%4.3%1.6%
Últimos doze meses11.4%1.9%9.1%
Acumulado no ano (Jan-Maio/22 sobre Jan-Maio/21)15.0%3.6%10.6%
Fonte: ABCR e Tendências

Categories:

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Compart.
Twittar
Compartilhar
Compartilhar
Pin