Principais resultados em agosto

O faturamento líquido das empresas que compõem a base da pesquisa conjuntural avançou 18,2% na passagem mensal. Destaque para o segmento de Montadoras, que apresentou crescimento de 23%;
• Apesar da variação inferior à dos demais canais de distribuição, o mercado de reposição foi o único cujas vendas superaram o resultado de igual mês do ano anterior em 7,3%;
• No acumulado do ano até agosto, o faturamento encara acentuada queda de 33,6% e nos últimos doze meses atingiu 23%. A continuar nesse ritmo, estima-se que a receita da indústria de autopeças ficará entre 25% e 30%
abaixo da de 2019;
• A ociosidade no pátio fabril da amostragem da pesquisa, em agosto, voltou à patamares similares ao pré pandemia, com 66% de utilização de capacidade em agosto;
• Pelo segundo mês consecutivo, os empregos no setor voltaram a crescer em cerca de 1% na passagem mensal, mas o cenário continua ruim em 2020, com queda de 9,5% em relação ao mesmo período de 2019.

Categories:

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Compart.
Twittar
Compartilhar
Compartilhar
Pin